O mundo é nosso

3

(com Kako Xavier)
Intérprete: Loma no CD Além-fronteiras / 1999

Eu acho que o mundo é nosso,
mas, se não for, eu me iludo.
Na vida não posso tudo,
mas na arte eu posso.

Abraço noites e dias de amores intermináveis;
viro brisa, viro ave e brinco além das folias
e canto se a dor é grave,
pois canto é o que me alivia.

Devoro flores-de-seda,
bebo flores-de-madeira;
a ferro alargo veredas,
a fogo eu abro clareiras;
veias iguais labaredas
me encantam pra que me queiras.

Ergui um mundo num verso,
num poema de poucas linhas:
eu colo, esplêndio berço;
teus olhos, águas marinhas;
teus braços, sempre o começo
da febre que me adivinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *