Memorial das matanças e dos matadores

Eu, em verdade, vos digo
que, em nome de reis e Deus,
dois impérios europeus
mataram milhões de índios

à força de espadas vírus
arcabuzes bactérias
mosquetões doenças venéreas
varíola tétano tifo,
mesmo antes de que nos livros
constasse o nome de América,
aventureiros da Ibéria
deram-se a matar nativos,
no mais vasto genocídio
praticado em qualquer época;

chegaram com bugigangas
— chapéus espelhos campainhas;
logo, as armas, as marinhas
e exércitos em campanha,
a dominar as colônias
e seus índios e suas índias;

fidalgos colonos padres
cães bois galinhas cavalos
sementes vocabulários
e bênçãos e estandartes
artilharias altares
escravidão e rosários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *