Festa setembrina

 page-0006 page-0014

(com Talo Pereyra)
Intérprete: Loma nos LPs IX Ciranda Musical / 1988 e Um Mate por ti / 1992

Povo em festa setembrina.
É um jardim o vilarejo.
E o que vejo, o que vejo
nos lençóis e nas cortinas
é o batom do último beijo
sobre auroras setembrinas.

Em qualquer beco latino
de sertão, cidade e mar
onde um tango libertino
exigir mais belo par,
meu olhar, que é setembrino,
vai florir pra te encontrar.

Passarão dias na estrada,
bois e povos, passarão
arco-íris, madrugadas,
procissões e até o verão//
que essa amante enluarada
preparou bordando à mão.
(essa amante enluarada
preparou mas não fez, não).

Faça festa essa menina
por tamanho amor vivido
pra os poetas e os maridos
que liberta e desatina
entre sonhos coloridos
como as vidas setembrinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *