Felizes

(com Talo Pereyra e Mauro Moraes)

(Apresentada no 10º Musicanto / 1992)

Mana,
se esta terra é como dizes,
vamos ser felizes
vamos ser felizes

homens e mulheres de trabalho,
homens e mulheres de romance,
pés de pisar pedras sobre orvalho,
pés para voar quando há quem dance,
mãos de se buscar por toda a vida
antes a justiça do que a lei,
parques de azaléias, margaridas.
Mana, nesta terra é que amarei.

flautas a assobiar, vencendo o sono,
festas de amazônico folclore,
tempo de colheita além de outono,
nem uma saudade pra que chores,
leitos pra os heróis de cada dia,
praças de noivados e sabiás,
casario de humana alvenaria.
Mana, nesta terra é que amarás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *